sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Do outro lado da rua




Melina Cardoso

Fugir do óbvio explorado pela mídia. Esse é o objetivo de um grupo de seis estudantes do quarto ano de jornalismo da Universidade Imes em São Caetano do Sul, que apresentou na última terça-feria, 21, o projeto do trabalho de conclusão de curso (TCC). O vídeo-documentário, com título provisório "Minha rua, minha casa", apresenta a vida de moradores de rua contada por eles mesmos.
De acordo com uma das idealizadoras do projeto, Michele Ferreira, as pessoas que estão em situação de rua, não necessariamente ficam nela o dia todo. Alguns são marreteiros, engraxates e catadores de papel.
Durante a pesquisa do grupo, algumas descobertas, como a existências de hierarquia na rua e até um Movimento Nacional surpreendeu as alunas.

O grupo também descobriu uma feira onde os moradores realizam a trocar dos seus bens. "Na rua, a moeda ´Real` não é utilizada. A troca tem mais valor" afirma Juliana Couto.
Um dos depoentes do vídeo-documentário, Sebastião Nicomedes de Oliveira, de 38 anos, relata que era microempresário e após um acidente de trabalho, acabou na rua. Histórias como a dele não exceções segundo a estudante Juliana Couto. " O mais interessante é que ali na rua , ele conseguiu se reerguer e hoje escreve para uma revista de grande circulação e tem peças e livros de poesia em seu nome" afirma Juliana.

Um comentário:

Prof. Arquimedes disse...

Texto enxuto, com título adequado. Reveja sinônimo para o verbo apresentar. No parágrafo "Histórias como a dele não exceções segundo a estudante Juliana Couto" falta verbo.