quarta-feira, 29 de agosto de 2007

“Mãe! Por que não pude ver o mundo?”




Por Juliana Vieira


E agora mãe? Anencefalia e o direito de escolha, é o tema do vídeo documentário apresentado pelos alunos do 4º ano de jornalismo da faculdade IMES, na ultima terça-feira dia 28 de Agosto de 2007. O objetivo deste trabalho de conclusão de curso, desses jovens alunos é dizer de forma simples que a anencefalia é um defeito na formação do feto que causa a ausência do cérebro e a criança não tem
expectativas de vida, podendo morrer ainda dentro do útero da mãe ou pode sobreviver por poucas horas após o parto.
Esse diagnóstico pode ser identificado apatir da 12º semana de gestação, no Brasil isto ocorre em 1 a cada 700 crianças que nascem, segundo a entrevistada e geneticista Thomas Gallop.
O grupo aborda também a única prevenção existente contra o problema, a vitamina chamada “acido fólico”, um dos compostos do complexo B, que diminui em até 60% o risco de se ter anencefalia, se consumido todos os dias antes da concepção e pelo menos até o fim da 1º fase da gravidez.
O grupo conta também com depoimentos de cinco entrevistados que vivenciaram o problema, como por exemplo, o casal, Maria Inês e Valdir de Carvalho que encararam duas gestações de fetos anencéfalos e com muita decisão e coragem seguiram em frente e tiveram os bebês mesmo sabendo que eles morreriam pouco tempo depois da gestação. Essa e outras histórias você pode conferir na estréia do vídeo-documentário que será exibido na segunda quinzena de Outubro no auditório da Universidade IMES situada na Av. Goiás, 3400 em São Caetano do Sul.

Um comentário:

Prof. Arquimedes disse...

Texto enxuto, mas carece de revisão de digitação e no uso de vírgulas, como a da primeira frase em que aparece separando verbo de ligação. No que tange à matéria em si seria bom identificar os autores e evitar começar os parágrafos com a mesma fórmula (o grupo...).