terça-feira, 23 de outubro de 2007

Patas que curam

Trabalho universitário revela técnica de recuperação com uso de cavalos

Se uma das condições para realizar um bom Trabalho de Conclusão de Curso é falar sobre um tema pouco explorado, o projeto das alunas Adriana Dias, Caroline Terzi, Luana Teodoro, Elaine Boaventura e Cláudia Cristina atende a esses requisitos mínimos.

Se trata da revista Equo&Terapia. O nome pode parecer estranho principalmente porque o método é pouco difundido.

Segundo definição da Ande (Associação Nacional de Equoterapia), a técnica é um "método
terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de Saúde, Educação e Equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de deficiência e/ou de necessidades especiais".

Aliás, a Associação foi umas das maiores colaboradoras para a realização do trabalho, segundo o grupo.

A equoterapia é usada como tratamento alternativo para pessoas que, por exemplo, sofreram alguma lesão e estão reaprendendo a andar. A técnica, no entanto, ainda é alvo de preconceitos. Por ser um método novo, ainda é vista com maus olhos por vários médicos.

Segundo as alunas, o público da revista são profissionais e frequentadores de centros de equoterapia, localizados nas classes A e B.

São 11 editorias, além de uma coluna escrita por uma profissional do ramo. As alunas contaram que muitas pautas ficaram fora do produto final, o que permite criar novas edições.

Um comentário:

Prof. Arquimedes disse...

Muito bom. Belo título.