segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Paranapiacaba, a Vila Ferroviária


Mais uma amostra de vídeo-documentário foi apresentada aos alunos do quarto ano de jornalismo do IMES. O documentário foi intitulado de “Estação Final – Paranapiacaba” por seus produtores Diego Fuzo, Renata Sanches, Fernando Pioli e Rafael Akiyama que apresentaram e relataram suas experiências e dificuldades na montagem do produto final. Ele tratará da Vila de Paranapiacaba que foi o marco da ferrovia brasileira e mostra a decadência e o abandono do lugar.
A importância de Paranapiacaba começa a partir da segunda metade do século XIX com o começo do transporte da produção agrícola do Porto de Santos. Diego explicou sobre o sistema funicular que é um sistema baseado em quatro planos inclinados interligados por patamares, onde as máquinas instaladas acionavam os cabos de aço que sustentavam a locomotiva e as composições na subida e descida da serra. Com o fim da São Paulo Railway Co. a malha ferroviária hoje é comandada pela REFSA.
A Vila de Paranapiacaba foi tombada em 1987 pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo). Hoje a vila é pertencente á cidade de Santo André.

Aline Dias Cavalcante

2 comentários:

Aline Dias Cavalcante disse...

Cadê minha foto?
Eu coloquei!

Prof. Arquimedes disse...

Rever: Hoje a vila é pertencente á cidade de Santo André.

Bom texto.