terça-feira, 25 de setembro de 2007

Morando na 25

Moradores da Rua 25 de março é o assunto do trabalho de conclusão de curso do grupo Sintonia, composto pelos jornalistas: Melina Cardoso, Thaís Gonzáles, Kátia Lopes, Priscila Marques, Fabrício Bonfim, Thiago Francisco e Thiago Magnani. O Sintonia realizou a produção de um rádio documentário com o título; “Eu moro na 25 de março”.
Apresentação começou com aspecto diferenciador e criativo. A integrante do grupo Thaís Gonzáles distribuiu no press kit o release e apitos para os jornalistas presentes na Coletiva de Imprensa. Os apitos é uma boa representação do pensamento que nos vem quando o tema é 25 de março: barulho, agitação, movimento, correria, pechincha, camelô, gritos de vendas... e por aí vai uma lista de palavras relacionadas.

O objetivo do trabalho é mostrar como é a vida dos moradores da rua mais famosa do comércio de São Paulo. Como se faz essa rotina e adaptação meio a todo o corre-corre e barulho do local. A jornalista do grupo acrescenta que morar numa rua que chega a receber milhares de pessoas deve ser uma constante adaptação: “Essa situação deve ser complicada, resolvemos abordar como é a vida dessas pessoas, como é estacionar veículos, como é o fim de semana, a divisão do quintal, se é que ele existe, com tanta gente e tanto barulho! Sem contar: o ai, ai, ai titia!”.

A equipe entrevistou os residentes do lugar, comerciantes e estudiosos para unir as informações que constituíram o documentário. Foi preciso construir uma análise de como é a vida na rua 25 de Março. A obra visa relatar a história da rua e mostrar dificuldades, facilidades e curiosidades dos moradores da rua em que tantas pessoas nunca pararam pra imaginar que existam moradores.

Por fim a Coletiva, que foi apresentada na última terça (18) na Universidade Imes, foi encerrada com um bate papo sobre o assunto entre a equipe, os jornalistas presentes e o assessor de imprensa Arquimedes Pessoni. O Sintonia informe que já recebeu uma proposta da Rádio ABC para veicular o documentário.
Elaine Boaventura

Um comentário:

Prof. Arquimedes disse...

Legal o texto. Ficou um pouco redundande o parágrafo:

Por fim a Coletiva, que foi apresentada na última terça (18) na Universidade Imes, foi encerrada (...) encerrada no fim?