quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Uma ferrovia pra deixar lembranças

Locomotiva comtemporânea da época de sucesso da estação Paranapiacaba.

Thais Zacarelli



Para complementar mais uma terça-feira do conjunto de apresentações, no estilo de entrevistas coletivas, para divulgar o trabalho de TCC de cada grupo do 4° ano de Jornalismo do IMES, na última apresentação ocorreu o esclarecimento sobre o vídeo-documentário "Lembrança de uma Inglesa".

A tônica do trabalho é trazer os problemas e mudanças que a Vila sediada em Sto. André está sofrendo desde que iniciou-se o declínio da ferrovia no Brasil. Utilizando uma forma lúdica e nostálgica a história da época em que a ferrovia Jundiaí / Paranapiacaba foi uma das mais importantes do país será abordada em um dos blocos.



O próprio nome já remete ao tom nostálgico e melancólico pelo qual o trabalho será levado, predicado esse que foi afirmado pelo integrante Diego Fuzo, um dos responsáveis pela produção do programa, que terá uma duração de 30 minutos, divididos em blocos em 4 blocos.



A primeira exibição desse trabalho será feita na cerimônia de apresentação de TCC´s, realizada na própria Universidade, prevista pra segunda quinzena de outubro.



Mas, como as dificuldades dos moradores, após essa principal fonte da economia ter sido extinta, nossos colegas jornalistas também tiveram empecilhos. Por exemplo a neblina constante do local foi um preponderante pra várias viagens perdidas, a captação das imagens, pra TV, ficaram péssimas em meio a tanta névoa. Segundo o produtor, a conversa com os moradores também não teve um bom tom, a princípio.

E para acrescentar ao kwon hall dos colegas de classe, o grupo também discursou um pouco sobre as distinções nos sistemas ferroviários utilizados na época, por exemplo como funciona o funicular e quais as vantagens e desvantagens dele em vista da proposta mais atual cremalhera aderência.

Um comentário:

Prof. Arquimedes disse...

Faltou alguma coisa... quem são os autores do estudo? Onde foi a apresentação?