quarta-feira, 26 de setembro de 2007

“ Eu moro na 25 de Março”

Por Fernanda Lúcia

Estudantes abordam a vida dos habitantes da principal rua do comércio paulistano


Uma das ruas mais populares e comerciais do Estado de São Paulo. É com enfoque nisto, que o grupo formado por Melina Cardoso, Kátia Lopes, Thaiz Gonzáles, Priscila Marques, Fabrício Bonfim, Thiago Francisco e Thiago Magnani, estudantes do 4º ano de jornalismo da Universidade Imes, de São Caetano do Sul, apresentou no último dia 18, o rádio-documentário Eu Moro na 25 de Março.

Com objetivo de mostrar os habitantes do considerado maior shopping a céu aberto, o trabalho expõe algumas das 1.269 lojas, além de desvendar histórias da região, dificuldades, facilidades e, curiosidades até então pouco conhecida dos moradores. “Coletamos fontes nos mais diversos personagens que norteiam a região da 25”, afirma Melina Cardoso.

A rua que movimenta atualmente 10 bilhões de reais ao ano, será também mostrada desde a época em que era apenas um trecho do leito do rio Tamanduateí e que servia para embarcações de mercadorias do Oriente. “Procuramos falar um tema em que nenhum trabalho acadêmico, livros, arquivos de jornais e outros veículos abordou: Como é ser morador da 25 de Março e isso nos aguçou”, contam os integrantes do grupo.

O vídeo-documentário Eu Moro na 25 de Março terá sua estréia no próximo mês no auditório da universidade, no Campus I, em São Caetano do Sul, localizado na avenida Goiás, nº3400. Para maiores informações, ligue no (11) 4239-3200.

Um comentário:

Prof. Arquimedes disse...

Legal, mas poderia ter incluído fonte primária.