terça-feira, 18 de setembro de 2007

Religião: O outro lado da história

Estudantes narram suas experiências e mostram a reclusão em diferentes religiões


Fernanda Lúcia


Sob o tema Do outro lado do Muro - A Clausura nas Religiões, os alunos do 4 º ano de jornalismo apresentou no último dia 11 na Universidade Imes, em São Caetano do Sul, mais um vídeo-documentário do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC). Com objetivo de abordar a experiência de reclusão sob o olhar de seis religiões: Anglicanismo, Hinduísmo, Budismo, Ordotoxismo e Candomblé, o projeto visa uma série de reportagens especiais para rádio.

Apresentado em cinco capítulos, o vídeo-documentário relata diferentes personagens de cada segmento, com recolhimento no Brasil e, cerca de três profissionais. Entre eles estão: um sociólogo e um possível antropólogo. “Nossa intenção é mostrar as histórias dessas pessoas que tem uma relação diferente com que vivemos e, não só apenas o cunho religioso”, conta Leandro Amaral, integrante do grupo.

Na apresentação, estudantes relataram curiosidades do dia-a-dia, como ausência da placa do carro de Larissa Florêncio, em que acabava de realizar uma entrevista em uma das entidades ainda de madrugada. Já Karin Dalle, contava o constrangimento vivido em uma casa de Umbanda quando tentava entender como funcionava.

Além disso, o grupo mostrou também alguns depoentes do trabalho, como por exemplo, Danillo Toledo, que apenas com 17 anos abandonou toda a rotina que vivia para enclausurar-se no mosteiro de São Bento.

Com estréia prevista para outubro, o trabalho será apresentado no auditório da universidade, na avenida Goiás, nº 2400.

2 comentários:

Prof. Arquimedes disse...

os alunos do 4 º ano de jornalismo apresentou???
Quais alunos? Todos da sala?
É áudio ou vídeo? veja: o projeto visa uma série de reportagens especiais para rádio. Apresentado em cinco capítulos, o vídeo-documentário relata diferentes...

Precisa mais cuidado na revisão...

Fernanda disse...

Nossa é verdade! Comi uma bola feia falando que o trabalho é para rádio e logo depois citando vídeo-documentário...Ishi,rsrs

Milhões de desculpas pessoal, principalmente o grupo, irei me atentar mais sobre isto!