terça-feira, 2 de setembro de 2008

Tele documentário ‘A Última Morada’ retrata histórias do asilo-colônia Aymorés e seus internos

Com o objetivo de trazer ao conhecimento do público histórias de vida de pessoas com Hanseníase, uma doença conhecida popularmente como lepra, o grupo Suburbano’s Produções foi até o interior Paulista, no asilo-colônia Aymorés, para conhecer de perto pessoas que foram obrigadas a se distanciar da família depois de ser diagnosticadas com a doença. Resultado desta visita pode ser visto no tele documentário ‘A Última Morada’, que será apresentado em outubro, no Campus I, da USCS (Universidade de São Caetano do Sul), como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Na coletiva, realizada na última quinta-feira (28), podemos notar que ‘A Última Morada’ é mais que um trabalho de conclusão de curso. Com as histórias de quatro internos do asilo-colônia Aymorés, onde ficavam os pacientes diagnosticados com hanseníase e que ainda sustenta prédios construídos na década de 1930, os presentes puderam perceber que foi uma lição de vida para os produtores do documentário. “É emocionante, as histórias de isolamento são comoventes”, afirma Eduardo Galvão, estudante do 4º ano de jornalismo e integrante do grupo Suburbano’s Produções .

Para instigar ainda mais a curiosidade, o grupo apresentou um trailer do documentário com trechos que mostram depoimentos de senhores, portadores da doença. Os ex-internos contam como passaram tanto tempo confinados e revelam detalhes da convivência dentro da colônia, onde os próprios doentes exerciam diversas funções como prefeito, policial, enfermeiro, construtor, design etc. Submetidos a 40 anos de isolamento compulsório, quando livres da doença e da colônia, tiveram que reconstruir a própria vida sozinhos, porém muitos não conseguiram e voltaram para colônia.

Com duração de um pouco mais de 25 minutos, os produtores do documentário prometem que as entrevistas vão causar uma grande reflexão aos que assistirem, pois desperta a questão da discriminação que os doentes sofreram na época, além de todo o sistema imposto pelas políticas públicas, que isolava e ignorava o problema da Hanseníase.

Suburbano’s Produções é composto pelos alunos Eduardo Galvão, Felipe de Paula, Adnan Nunes, Caio Vinícios Xavier, Rodrigo Foganholi, Renê Afonso de Castro e Tales Jaroletto, todos do 4º ano do curso de jornalismo da USCS (Universidade de São Caetano do Sul).

JULIANA FERNANDA DOS SANTOS

Um comentário: