quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Uma luz no fim do túnel

Por Marjorie Oliveira

A correria do dia a dia faz com que a pressa torne nosso maior aliado. Estudar, trabalhar, namorar, ter tempo para os amigos e família requer jogo de cintura e muita força de vontade. Quando se tem um sonho ou simplesmente uma vocação para determinada profissão, temos que correr atrás para alcançar nosso objetivo. Isso inclui salário baixo, stress, muita cara de pau e muitas vezes abrir mão do seu emprego estável que paga sua mensalidade da faculdade e trocar por um estágio que, na grande maioria das vezes não paga nem o que temos que gastar com cópias de textos para estudo.

Leandro Amaral e Melina Cardoso, ex-estudantes de jornalismo da USCS, fizeram parte dessa turma durante 4 anos até se formarem jornalistas. Á convite do professor de Assessoria de Comunicação da Universidade de São Caetano do Sul, Arquimedes Pessoni, estiveram de volta na universidade na última quinta-feira (27/08) para contarem suas experiências para os alunos do último ano de jornalismo. O bate papo começou com Leandro Amaral, contando aos futuros jornalistas sobre a dificuldades enfrentadas principalmente na hora de largar um emprego fixo e estável para ganhar 300 reais no estágio. Falou também sobre a mídia regional e deu dicas de como produzir um bom TCC, já que a sua série de reportagens especiais, “Clausura nas religiões”, concorreu à EXPOCOM dois anos atrás quando se formou. Hoje Leandro se sente recompensado e diz que valeu a pena dar um passo atrás para poder seguir em frente. Atualmente escreve para o Repórter Diário e ainda colabora com a Rádio ABC onde teve sua primeira oportunidade na carreira.

A jornalista e locutora da Rádio ABC, Melina Cardoso falou aos alunos sobre a sua paixão pela profissão e sobre a importância das assessorias de imprensa. “Para os repórteres que saem a campo, as assessorias de imprensa são muito importantes e cerca de 80% das matérias são plantadas por elas” contou Melina.

Além de dividir suas experiências com os alunos, a dupla falou sobre o lançamento de um novo jornal no ABC, o jornal Bom Dia, que será o suposto concorrente do Diário do Grande ABC, e também sobre a possibilidade da criação do Metro ABC.

A palestra foi sem sombra de dúvida uma excelente oportunidade para os futuros profissionais perceberem que sem esforço e sacrifício ninguém chega a lugar nenhum, e que mesmo depois de tantas decepções e contra tempos da vida é possível realizar um sonho. Afinal, ter uma profissão considerada uma das mais confiáveis pela população não é para qualquer um, é para nós futuros jornalistas.

Um comentário:

Arquimedes Pessoni disse...

bate-papo
O TCC do Leandro concorreu na Expocom no ano passado, em Natal.
Parabéns pelo texto!