quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Às margens da Anchieta – Contando histórias

Millena Rodrigues

Lembranças sempre ficarão na memória. O bairro cota 400 é tema de muitas pesquisas, localizado à beira da Rodovia Anchieta, pertencente à cidade de Cubatão, o local divide opiniões quando o assunto é permanecer ou sair de onde se encontra. Construído exatamente para aqueles que ajudaram na inauguração e construção da Rodovia, a prefeitura resolveu manejar as famílias que ali vivem, longe de qualquer relevância histórica que o bairro tem para a cidade e de olho nos riscos que os moradores do cota 400 sofrem.

Quem mora no bairro se sente independete, conhece a tudo e a todos. A Prefeitura já começou a construção de Conjuntos Habitacionais na cidade para receber os moradores do Cota 400, que irão precisar se adaptar à nova vida, muitosdizem preferir a morte à mudança.


Carlinhos, é um dos poucos remanescentes do início do bairro. Ele ajudou na construção, constituiu família e vive lá até hoje. Para conseguir se sustentar vende cocada na beira da estrada, ele mesmo quem faz. Todo final de semana está lá, vendendo seus doces. E é assim que muitas famílias se sustentam na região.

Este é o tema de TCC do grupo do 4º ano de Jornalismo, da USCS. Com a produção do livro-documentário: “Olhares: Memórias e identidades do bairro Cota 400”, o Trabalho de Conclusão de Curso deste grupo tem como objetivo informar a sociedade sobre a existência do bairro e a importância histórica.

Confira a apresentação deles no dia 09.11.2009, no teatro da Universidade.