quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Descendo a Serra


Alunos do 4° ano jornalismo da Universidade de São Caetano do Sul apresentaram na última quinta-feira (24/09) uma prévia do livro-reportagem “Olhares: Memórias e identidades do bairro Cota 400”, que tem como personagens principais os moradores do bairro Cota 400 que começou a se formar no início da década de trinta com a vinda de migrantes à São Paulo para a construção de uma das maiores rodovias que liga São Paulo à Baixada Santista, a Via Anchieta. O objetivo da obra é levantar discussões sobre o relacionamento desses moradores com o lugar, a histórias de vida da comunidade e os relatos de todos os acontecimentos, desde a criação da rodovia até o dias atuais.

Apesar dos processos de retirada dos moradores da área, já que é área de preservação ambiental, os integrantes deixaram claro a posição da obra nessa questão, segundo Luciane Brandão “o objetivo é simplesmente contar a história de vida dessa comunidade e a perda de identidade dessas pessoas ao se tornarem um problema a ser remanejado. Não queremos opinar ou questionar o certo ou errado em relação a retirada dos moradores da área de preservação” alertou a estudante.

Além dos relatos dos moradores da comunidade a obra também conta com a participação de especialistas de diferentes áreas entre eles, a urbanista Raquel Rolnik.

Marjorie Oliveira

Um comentário:

Arquimedes Pessoni disse...

Alguns escorregões na acentuação, mas texto bem escrito.