quinta-feira, 11 de março de 2010

Estudar ou Não Estudar?

Pierluigi Piazzi nasceu em Bologna, na Itália, no dia 29 de Janeiro de 1943. Em 1954, ele chegou ao Brasil onde vive até hoje. Piazzi é cursou Química Industrial na Escola Técnica Oswaldo Cruz em São Paulo e também é formado em Física na Universidade de São Paulo (USP).

Piazzi apresenta o Programa Plug 700 da Rádio Eldorado AM. Ele também trabalhou na TV Cultura apresentando os programas “Debate Acadêmico de Santos” e “Qual é o Grilo?”. Trabalhou como editor do Jornal O Estado de São Paulo e também na Rádio Jovem Pan. Foi colaborador das Revistas Limite e Discutindo Ciência e do Diário do Grande ABC. Ele já deu aulas na POLI-USP, na PUC, na UNISANTA e no ANGLO onde voltou a lecionar no ano de 1992.


Em uma de suas palestras, Piazzi fez dura crítica ao ensino brasileiro dizendo que é um dos piores do mundo, segundo dados do Indicador de Analfabetismo Funcional.

Uma questão que deve ser levantada é sobre qual a melhor forma de estudar. Segundo Piazzi, se você estiver estudando para a prova porque alguém mandou estudar, estará enganando a si mesmo e também a pessoa que o incentivou a fazer este tipo de coisa.

Lembra que quando você veio ao mundo seus pais falaram que para ser alguém na vida tem que estudar. Pois é, depois de assistir uma palestra e uma pessoa diz que estudar é perda de tempo, então pra que estudar? Não se deve estudar? Claro que não.

Para Piazzi, a melhor forma de estudar é lendo algum livro e quando você for assistir a uma aula sempre dar uma recapitulada na matéria.


Para saber quem é Pierluigi Piazzi, o que ele faz e o que ele fala, assita a uma palestra desse genial Físico e se divirta com as abobrinhas que ele diz.


Antônio Ribas
Sugestão de Veículos:

Revista da Boa Escola
Revista Brasileira de Educação
Revista Aprender
Revista Criar
Sites de Educação (WWW..guiademidia.com.br)

























Um comentário:

Arquimedes Pessoni disse...

Precisa inverter o texto: a notícia é mais importante que o currículo do assessorado.