quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Vítimas do crime



Por Bruna Serra

A vida das famílias de ex-presidiárias. Como é a situação dos filhos de mães detentas? E para elas? Como fica o coração de quem está longe do convívio social e familiar?
São os temas abordados no vídeo-documentário “Prisioneiros da realidade”, produzido pela agência Pombos Comunicação.


As imagens contam um pouco da história de quatro famílias que vivem no litoral e interior de São Paulo, suas dificuldades e sentimentos.


Segundo um dos idealizadores do projeto, Eduardo Mourão, o foco do trabalho é mostrar um outro lado que não aquele que assistimos diariamente nos telejornais. “Apresentar a vida dos personagens, pensamentos e experiências vividas. Mostrar até que ponto a falta da mãe e do pai pode comprometer o desenvolvimento de uma criança”, explica.


Outro integrante da equipe, o jornalista Rodrigo Encinas, destaca que uma das barreiras encontradas durante a produção do documentário foi o preconceito. “Foi difícil a aproximação da gente com as personagens e para eles também se sentirem à vontade. Eles não estão acostumados com este tipo de exposição”.


O grupo apresentou um trailler do filme na última quinta-feira (09) para os alunos do 4º ano de jornalismo da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, no ABC.
De acordo com os responsáveis pelo trabalho, a impressão que querem causar no público não é a de pena, mas sim o sentimento de esperança de que alguma coisa pode ser feita.

Um comentário:

Prof. Arquimedes disse...

Apesar de você trabalhar em rádio, não perdeu o jeito de escrever para revista/jornal. Muito legal.