sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Educação e compulsividade na mesma noite

GUSTAVO ELLERO FERNANDE

Na ultima quinta-feira (25), mais dois grupos deram continuidade a série de apresentações para a os alunos do 4º ano da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Foram apresentados dois projetos o grupo “In Extenso” mostrou seu radio documentário “Repetição Doentia” logo após o aluno Diones Soares discorreu sobre sua monografia “A repercussão na mídia do material jornalístico produzido pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação”.


Repetição Doentia trata da doença compulsão, o documentário é dividido em cinco capítulos o

onde cada um representa uma compulsividade: toque, comida, compras, jogos e sexo. O que muita gente trata como uma mania sem preocupação pode ser um transtorno muito perigoso para a pessoa que sofre e a família que acompanha, segundo o grupo estima-se que exista no Brasil cerca de 20 milhões de compulsivos. E para o integrante Daniel Ghigiarelli até algumas pessoas do grupo podem sofrer da doença “temos uma neorótica no grupo”, ironiza.


Já Diones Soares apresentou de forma bem didática e regada a muitos dados sua monografia “A repercussão na mídia do material jornalístico produzido pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação”. A Campanha Nacional pelo Direito à Educação é uma ONG que luta pela efetivação dos direitos educacionais garantidos por lei.


O estudante abordou as matérias que saíram na mídia entre janeiro de 2007 e abril de 2008, ao todo foram 398 inserções no meios de comunicação. O trabaçlho é dividido em três partes: educação e jornalismo, as formas de atuação da campanha nos veículos de informação e a atuação na mídia.


Diones também se lamentou pelo fato de que o trabalho não terá muita visibilidade, “quem vai ler isso? Eu, minha chefe que revisou, o Gino e as pessoas da banca”, mas logo foi consolado pelo professor Arquimedes Pessoni que sugeriu uma continuidade na pesquisa para um possível mestrado.