segunda-feira, 19 de outubro de 2009

“Dizem que sou louco...”



Na noite de 15/10/2009, os alunos da USCS assistiram à assessoria de mais um grupo de TCC, este grupo formado pelas alunas Alessandra Nogueira, Amanda Nero, Fernanda Yamundo, Millena Rodrigues e Patrícia Rodrigues estão desenvolvendo um Trabalho de Conclusão de Curso para televisão, o tema do grupo é “Além da Loucura”, o vídeo documentário de aproximadamente 25 minutos fala sobre a loucura, mas o intuito do trabalho, segundo os componentes do grupo, é ir além dos preconceitos e estigmas que cercam o cotidiano de pessoas com transtornos mentais, o trabalho mostra segundo eles que essas pessoas podem conviver em sociedade, seja trabalhando, estudando ou constituindo família.


O grupo com o trabalho quer esclarecer também alguns pontos sobre a loucura e a posição da sociedade perante as pessoas que tem uma percepção diferente do mundo e dos padrões de normalidade, as histórias de vida dessas pessoas interessantes e cativantes, convidam o espectador a se questionar e criar uma visão crítica sobre a situação atual e a maneira com que a sociedade lida com a loucura.


No início, o grupo queria falar sobre a loucura, porém com a ajuda do professor orientador viram que este tema era demasiado amplo, leram muito sobre o assunto e se perderam mais ainda, tendo como base o vídeo documentário “edifício Máster”, assistido pelos alunos no ano anterior, decidiram fazer algo parecido, dar voz a pessoas com este tipo de transtorno, mas na pré banca foram barradas, pois segundo os membros da banca ninguém daria credibilidade a um vídeo documentário só com a fala das pessoas afetadas. A partir daí fizeram várias visitas a locais como: hospitais psiquiátricos, CAPS (Centro de Apoio Psicosocial), debates, mesas redondas, palestras, eventos, hospícios, etc. Chegaram então a um consenso e decidiram falar sobre a vida dessas pessoas, mas falando também com especialistas para explicar algumas coisas, porém o foco do trabalho mesmo são as pessoas que sofrem de transtornos mentais.


Juliana Torres Bezerra

Um comentário: