segunda-feira, 12 de abril de 2010

Regiane Bianchini ensina o caminho das pedras aos aspirantes a jornalistas

Por: Raquel Tavares Nantes

Em bate-papo com alunos do 4º ano de jornalismo da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul) no último dia 08, a jornalista Regiane Bianchini mostrou que muitas vezes o trabalho de jornalistas pode não ser percebido, mas está presente na maioria das grandes instituições e faz muita diferença. Jornalista há mais de 20 anos, Regiane já atuou em empresas multinacionais de grande porte, como o banco espanhol Santander e o grupo francês Carrefour.



No banco, colaborou com os processos de comunicação sobre a compra do Banespa em leilão que rendeu matérias especulativas, protestos sindicais e noites mal dormidas pelos assessores. Um show a parte, como relatou Regiane, foi o dia do leilão, com a presença do dono do Santander, o colombiano Gabriel Jaramillo, e o arremate do Banespa por 7 bilhões de reais.

Apesar de falar de grandes números durante a conversa, Regiane não deixou de lado a humildade que, segundo ela, todo jornalista deve manter. “Todos os dias você aprende, mas tem que ter humildade para isso”, enfatiza e completa: “jornalista tem que fazer a lição de casa antes de disparar uma informação. Tem que trabalhar com ética, respeito e verdade”.

Questionada sobre a importância dos cursos que fez após a formação na Universidade Metodista em 1987, a jornalista relatou que tinha preconceito contra áreas como marketing, por exemplo, porque acreditava não terem nada a ver com a profissão que escolheu. Com a experiência, porém, percebeu o inevitável: “o jornalismo te dá a técnica, mas tem que ter outra formação, para buscar sempre mais. Tem que ter vontade e ir em busca daquilo que quer”.

Ao final da palestra, Regiane comentou sobre os avanços da tecnologia e do campo que se abre aos jornalistas na área das mídias sociais. Mas alertou que as oportunidades escapam se não houver proatividade: “Se quiser ver acontecer, não espere cair do céu, faça”, arrematou.

2 comentários:

Arquimedes Pessoni disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arquimedes Pessoni disse...

Muito bom texto e boa foto.