quinta-feira, 19 de março de 2009

Grandes desafios... Grandes conquistas ou A matadora de dragões




Andréa Brock está acostumada a matar dragões. Já matou vários deles e foi condecorada por isso. Contos de fada são mesmo cheios de histórias de dragões e de grandes guerreiros. Mas Andréa Brock é de carne e osso e os dragões que enfrenta são desafios (grandes desafios) no seu trabalho como assessora de imprensa.


Andréa foi convidada para mostrar seu trabalho aos alunos do 4º ano de Jornalismo da USCS. Bem articulada, sua voz e gestos já dão o ritmo que o assessor de imprensa deve ter: ser claro, ágil e eficiente.


Ela contou dos desafios que teve em São Bernardo quando foi assessora do prefeito William Dib. Viabilizar o Portal Cidade Escola e o CD e DVD Formação Musical em SBC foram provavelmente os principais. O primeiro porque precisava promover a inclusão digital na rede pública de ensino, fazendo uma rede de comunicação entre pais, alunos e professores, o problema é que as comunidades mais carentes não estavam preparadas para lidar com o computador e o segundo grande desafio foi reunir em uma única compilação, formações musicais de estilos bem diferentes. Somado a isso enfrentou problemas para regularizar os direitos autorais das músicas que foram utilizadas no projeto Formação Musical em São Bernardo.


Preocupada com o meio-ambiente, Andrea faz parte da ONG clube dos vira-latas, um abrigo em Ribeirão Pires. Mas essa preocupação ela também levou para o gabinete do prefeito: colocou no site da prefeitura o “Adote um Amigo”, uma campanha para adoção dos animais que vão parar no centro de zoonoses da cidade. Também controlava o número de outdoors com campanhas da prefeitura para não “estragar” as paisagens da cidade.


O trabalho de Andrea deu tão certo que foi premiada por várias campanhas institucionais. Hoje trabalha como assessora técnica de comunicação para o prefeito José Auricchio Jr., em São Caetano do Sul. Pretende melhorar, entre outras coisas, o site da prefeitura. Sem dúvida terá mais alguns “dragões” para matar no caminho, mas nada grave para alguém que já aprendeu a vencê-los e transformar grandes batalhas em grandes conquistas.


Quanto a nós, alunos do 4º ano de jornalismo, esperamos fazer o mesmo!

Por: Audrey Bertho

2 comentários:

Prof. Arquimedes Pessoni disse...

Muito bom texto. Parabéns pelo título!

Rio disse...

Oii Audrey,

gostei muito do seu texto. Parabens!!!!!
Beijos